Rádio privada fechada no Mali por "incitamento à revolta e ao ódio"

Bamako, Mali (PANA) - O governador do distrito de Bamako, capital maliana, ordenou o encerramento, até nova ordem,  da rádio privada Renouveau FM por alegado "incitamento à revolta e ao ódio", apurou a PANA de fonte administrativa.

Esta estação de rádio muito ouvida no país foi fechada após uma emissão apresentada terça-feira pelo ativista maliano Mohamed Youssouf Bathily, mais conhecido por "RasBath", que é acusado de fazer pronunciamentos tendentes a "incitar ao ódio" durante o período eleitoral.

Organizações de imprensa malianas condenaram este ato que, no seu entender, visa "amordaçar a imprensa e torpedear a liberdade de expressão, duramente conquistada durante a revolução de 26 de março de 1991", que marcou o advento da democracia no Mali.

Todas as terças-feiras, RasBath apresenta um programa no qual critica as autoridades pela   corrupção e pela má governação do país cuja responsabilidade ele imputa ao atual Presidente, Ibrahim Boubacar Keita, sua família e outros colaboradores seus.

-0- PANA GT/JSG/DIM/IZ 04agosto2018


04 Agosto 2018 12:37:47


xhtml CSS