Racistas sul-africanos apelam a libertação de Terre'Blanhce

Cidade do Cabo- África do Sul (PANA) -- O grupo racista sul- africano "Afrikaner Weerstandsbeweging" (AWB) apelou a libertação do seu líder Eugene Terre'Blanche, que está a cumprir uma pena de prisão de seis anos por ter atacado um homem negro.
Numa carta ao Ministro dos Serviços Correccionais, Ben Skosana, o movimento de supremacia branca disse estar convencido de que Terre'Blanche estava a ser discriminado.
Referiu que Terre'Blanche não estava a ser tratado da mesma maneira que outros presos, tais como Allan Boesak, que cumpriu uma pena curta depois de ter sido condenado por fraude, e Andrew Babeile, que foi libertado depois de passar parte da sua sentença na cadeia por tentativa de assassinato.
"Tratar Babeile de uma forma diferente de Terre'Blanche demonstra claramente sinais de tratamento preferencial em relação a certos presos e discriminação dos prisioneiros Boer Afrikaner", acusou a AWB.

10 Abril 2003 13:15:00




xhtml CSS