RD Congo é um dos países mais afetados por VIH/Sida na África Ocidental e Central

Kinshasa, RD Congo (PANA) – A República Democrática do Congo (RDC) é um dos países mais afetados pelo HIV/Sida na região da África Ocidental e Central com 381 mil e 187 pacientes, incluindo 42 mil e 145 crianças menores dos 15 anos de idade e 224 mil e 673 mulheres, revela o Programa Nacional Multissetorial de Luta contra a SIDA (PNMLS)/ONUSIDA.

Segundo uma nota deste instituição híbrida, transmitida quarta-feira à PANA, a epidemia do VIH/Sida na RD Congo é do tipo generalizado com uma prevalência na população geral de 1,2 e de 1,8 porcento nas mulheres grávidas assíduas aos serviços de CPN (Consultas Pré-natais).

A resposta nacional permitiu registar importantes progressos, nomeadamente 121 mil e 762 pessoas submetidas ao tratamento ARV (Antirretroviral) e 66 porcento das mulheres grávidas seropositivas beneficiárias dos ARV para reduzir a transmissão de mãe para criança.

Contudo, a cobertura dos serviços continua viável e desigual no seio das camadas da população merecedoras duma atenção particular: 20 porcento dos falecimentos registados entre crianças menores dos 15 anos de idade com um fraco acesso à despistagem precoce e 17 porcento das submetidas ao tratamento ARV pediátrico, e 38 porcento das novas infeções  registadas nas jovens mulheres em idade de procriar e 83,2 porcento das pessoas nunca submetidas a um teste de VIH/Sida.

-0- PANA KON/IS/MAR/DD 1junho2016

01 Junho 2016 18:05:00


xhtml CSS