RD Congo apoia protecção da camada de ozone

Kinshasa- RD Congo (PANA) -- O ministro congolês das Pesquisas Científicas, Gérard Kamanda wa Kamanda, advogou quinta-feira o envolvimento do seu país na luta pela protecção da camada do ozono, qualificando-a de "escudo natural" na salvaguarda dos equilíbrios planetários.
Para Kamanda, que intervinha durante a celebração do Dia mundial de protecção da camada do ozone, esta desempenha um papel de ecrã face à irradiação ultravioleta e poderá ser destruída pelo gás propulsor das bombas de aerossol e da tecnologia do frio.
Citou o caso do monóxido de azoto libertado pelos reactores de aviões que voam a altitudes com uma forte concentração do ozone.
Kamanda wa Kamanda recordou que a poluição atmosférica, incluindo o fumo e outros poluentes industriais são directamente despejados no ar antes de insistir na importância do equilíbrio das substâncias químicas tendo em conta a vida humana.
Deplorou, por outro lado, a indiferença constatada actualmente face à destruição da camada do ozono devida à injecção pelo homem dos clorofluorocarbonos (CFC).

17 Setembro 2004 22:21:00


xhtml CSS