Quinze chefes de Estado africanos na Cimeira da OIF

Montreux- Suiça (PANA) -- Quinze chefes de Estado africanos participam na 13ª Cimeira da Organização Internacional da Francofonia (OIF) aberta sábado em Montreux, na Suíça, sob o lema "Desafios e Visões do Futuro para a Francofonia", soube o enviado especial da PANA.
Entre dos presentes ressaltam-se os Presidentes do Benin, Thomas Yayi Boni, do Burkina Faso, Blaise Campaoré, dos Camarões, Paul Biya, da República Centro Africana, François Bozizé, das ilhas Comores, Ahmed Abdallah Sambi, do Congo, Denis Sassou Nguesso, e do Gabão, Ali Bongo Ondimba.
Os Presidentes Téodoro Obiang Nguema da Guiné Equatorial, Idriss Déby Itno do Tchad, Fradique de Menezes de São Tomé e Príncipe e Abdoulaye Wade do Senegal participam igualmente na 13ª Cimeira da OIF que termina domingo com a adoção duma Declaração Final.
As ausências mais notáveis são as do Ivoiriense Laurent Gbagbo, do Togolês Faure Eyadema, do Nigerino Salou Djibo, do Guineense Sékouba Konaté e do Mauritano Mohamed Oud Abdel Aziz.
O Presidente malgaxe, Andry Rajoelina, cujo país continua suspenso pela OIF, está igualmente ausente da cimeira.
O chefes de Estado, de Governo e de delegação de 70 Estados membros e observadores da OIF deverão iniciar à tarde à porta fechada negociações sobre o lugar da Francofonia na governação mundial.
Eles prosseguirão os seus trabalhos com discussões sobre a língua francesa, as mudanças climáticas e a governaçao mundial.
A cimeira será ainda marcada pela eleição, domingo, do secretário-geral da OIF para um mandato de quatro anos.
Eleito uma primeira vez em 2002 em Beirute, no Líbano, depois reconduzido em 2006 em Bucareste, na Roménia, o secretário geral cessante, o Senegalês Abdou Diouf, 75 anos e único concorrente, deverá suceder-se para um terceiro mandato.

23 Outubro 2010 14:18:00




xhtml CSS