Quénia quer ajuda do Banco Mundial para reformas económicas

Nairobi- Quénia (PANA) -- O novo governo do Quénia vai prosseguir as reformas económicas que visam a melhoria das condições de vida dos cidadãos através da criação de empregos para a erradicação da pobreza, afirmou quarta-feira o Ministro queniano dos Negócios Estrangeiros.
Kalonzo Musyoka, que falava no final de um encontro com o Director-Executivo do Banco Mundial para o "Grupo 1", Louis Kasenkende, exprimiu-se confiante de que o Quénia vai trabalhar com o BM através dos seus programas de financiamento.
O Ministro agradeceu o BM pelos fundos providenciados para o apoio a política de educação primária gratuita lançada no Quénia em Janeiro passado, tendo apelado a ajuda para a construção de estradas, que têm dificultado o crescimento económico.
O mau estado das estradas de acesso no Quénia impede os camponeses de transportarem os seus produtos aos mercados.
Por seu lado, o alto funcionário do BM, que efectua uma visita de três dias ao Quénia, disse que o Banco vai considerar o nível de seriedade do governo para cumprir as suas promessas.

05 Março 2003 18:49:00




xhtml CSS