Quénia investiga sobre suposta bomba em voo da "Air France" proveniente de Maurícias

Nairobi, Quénia (PANA) – As autoridades quenianas abriram este domingo um inquérito sobre um objeto suspeito  encontrado num voo da “Air France”  proveniente das Maurícias para Paris que provocou uma aterragem de emergência no Quénia.

O ministro queniano do Interior, Joseph Nkaissery, declarou que a capitã de bordo da « Air France » proveniente das Maurícias enviou um alerta após a notificação por um passageiro dum objeto na casa de banho do avião.

«O aeroporto recebeu à noite passada, um alerta dum aparelho da companhia « Air France » proveniente das ilhas Maurícias. O Comité de Segurança de Mombasa deslocou-se imediatamente ao aeroporto   para receber o aparelho .  Os passageros   foram alojados em três diferentes hotéis », declarou Nkaissery aos jornalistas em Naibori, a capital queniana.

O comandante-geral da Polícia queniana, Joseph Boinnett, declarou que o aparelho da « Air France » deixou Maurícias às 21 horas com destino a Paris, França, com a s459 passageiros a bordo e 14 membros da tripulação.

Um dos passageiros teria constatado a presença do objeto suspeito numa das casas de banho do aparelho e informou o pessoal navegante que comunicou à capitã.

Foi então solicitada uma aterragem de emergência no aerporto internacional Moi de Mombasa que foi autorizada  à meia-noite e 37 minutos, o permitiu evacuar os passageiros para a sua segurança, indicou Boinnett.

Fontes em Nairobi indicaram que pelo menos quatro passageiros foram ouvidos sobre a presença deste objeto encontrado a bordo do aparelho.

O objeto foi rapidamente retirado do aparelho pelos peritos em bombas da Marinha queniana que estão a examiná-lo.

-0- PANA AO/SEG/ASA/BEH/FK/IZ 20dez2015

20 Dezembro 2015 16:07:41




xhtml CSS