Quénia controla importações de poluentes químicos

Nairobi- Quénia (PANA) -- O ministro queniano do Ambiente, Kalonzo Musyoka, ordenou segunda-feira os importadores a consultarem o seu Ministério antes de introduzirem qualquer tipo de Poluente Orgânico Persistente (POP) no país.
Musyoka disse que a preocupação relacionada com estes produtos assenta, sobretudo, na sua alta toxidade no homem e nos animais, assim como a sua resistência à degradação no ambiente.
O Quénia aderiu em Dezembro passado à Convenção de Estocolmo (Suécia) sobre a protecção da saúde humana e do ambiente contra produtos químicos considerados altamente tóxicos e perigosos.
O Ministério do Ambiente já esboçou um plano nacional para implementar a Convenção.
"Esperamos que entre Janeiro e Fevereiro os sectores público e privado, assim como a sociedade civil, tenham a oportunidade de estudar e contribuir para este plano", afirmou o ministro do Ambiente.

25 Janeiro 2005 08:25:00


xhtml CSS