Quatro terroristas mortos em ataque aéreo americano no oeste da Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) - Quatro militantes de Daesh (Estado islâmico) foram mortos perto da cidade de Beni Walid, no oeste da Líbia, pelo Comando do Exército Americano em África (Africom) durante um raide aéreo de "precisão", indica um recente comunicado da referida entidade.

As forças americanas lançaram um ataque aéreo em coordenação com o Governo de Unidade Nacional líbio na madrugada de quarta-feira última, de acordo com a nota que ao especificou se houve civis mortos nesta ofensiva.

Os Estados Unidos não fraquejarão na sua missão de quebrar, perturbar e destruir  organizações terroristas e favorecer a estabilidade na região, sublinhando o seu compromisso de manter uma pressão constante sobre a rede do terrorismo e impedi-la de encontrar um refúgio seguro.

Por sua vez, o porta-voz do Conselho Presidencial líbio, Mohamed al-Sellak, confirmou o anúncio feito pelo Africom.

Enquanto isso, uma fonte de segurança em Beni Walid revelou a identidade dos quatro mortos que foram alvos  do raide aéreo americano perto de Beni Walid na madrugada de quarta-feira, sublinhando que um deles se chamava Abdelatti Echtewi e que residia na cidade de Sirtes (centro) e que pertencia a Daesh.

Os outros três morto foram identificados como Mohamed Abou Setta, Maatouq al-Mestira e Slim Houeita, indicou a mesma fonte citada pelo jornal "al-Wassat" que não indicou se pertenciam igualmente o Estado Islâmico.

A fonte declarou que os quatro mortos viajavam abordo dum veículo no momento do ataque aéreo perto da área de Sheikh, perto de Beni Walid.

O chefe do Gabinete de Inquéritos do procurador-geral, Seddigh al-Sour, havia anunciado anteriormente que Abdelatti Echtewi estava detido por ter dado guarida a um chefe de Daesh encarregue da imigração e das fronteiras, Hashem Abu Sedra.

-0- PANA/BY/BEH/DIM/DD 09junho2018



09 Junho 2018 18:10:19


xhtml CSS