Quatro pessoas mortas por foguetes em Baidoa na Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) – Pelo menos quatro pessoas foram mortas e 20 outras ficaram feridas por foguetes que caíram num bairro populoso da cidade somalí de Baidoa, capital da região de Bay, no sudoeste do país, anunciou domingo a site de informação Shahed citando o governador da região, Abdelrashed Abdullah.

Nove foguetes disparados por homens não identificados atingiram por volta da zero hora vários bairros da cidade que fica a cerca de 250 quilómetros a sudoeste de Mogadíscio, a capital do país, precisou a mesma fonte.

A maioria dos foguetes caíram em bairros perto do aeroporto da cidade onde se instalou a maior base militar das forças etíopes que trabalham no quadro das forças da União Africana na Somália, explicou a fonte.

O movimento rebelde Shebab reivindicou o ataque que visou domingo, na região de baixa Shabelle (sul), um carro das forças africanas na Somália, assinala-se.

A explosão que visou as forças da UA destruiu um veículo e causou mortos nas fileiras dos soldados que estavam no interior do autocarro.

As forças africanas, presentes na Somália desde 2007, estimados em 22 mil elementos, apoiam o Governo Federal Somalí, sendo por isto, várias vezes, objeto de ataques por parte do movimento Shebab filiado na organização terrorista internacional Al Qaida.

-0- PANA AD/IN/JSG/MAR/DD 04julho2016

04 Julho 2016 13:41:59




xhtml CSS