Quatro mortos em confrontos no oeste da Côte d'Ivoire

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- Quatro pessoas incluindo um cidadão burkinabe foram mortas e outras tantas gravemente feridas no último fim-de-semana, em Duékoué (a 484 quilómetros a oeste de Abidjan), por milícias da APWE (Aliança Patriótica do Povo We), soube a PANA terça-feira junto de testemunhas oculares.
Estes graves incidentes ocorrem após uma relativa acalmia de cerca de 72 horas, que acompanhou os massacres inter-étnicos de 1 a 3 de Junho último, que teriam feito mais de uma centena de mortos, dezenas de feridos e milhares de deslocados.
A tensão daí resultante obrigou ao encerramento imediato de algumas estabelecimentos comerciais que tentaram reabrir no fim-de-semana, acentuando assim o clima de insegurança em Duékoué e arredores, segundo as mesmas fontes.
Vários habitantes abandonaram as suas casas para se refugiar nas cidades de Daloa (a uma centena de quilómetros), na zona governamental, ou de Man, sob controlo das Forças Novas, a ex- rebelião, a cerca de 200 quilómetros.
Segunda-feira à tarde, uma calma precária reinava na cidade onde patrulhavam unidades das Forças de Defesa e Segurança (FDS) que receberam reforços da Operação das Nações Unidas na Côte d'Ivoire (ONUCI) antes da visita terça-feira do comandante em chefe desta missão, o general senegalês Abdoulaye Fall.

08 Junho 2005 11:53:00




xhtml CSS