Quatro jornalistas malianos detidos por ofensa ao chefe de Estado

Bamako- Mali (PANA) -- Quatro jornalistas, directores de órgãos de imprensa, foram detidos quarta-feira em Bamako por "cumplicidade de ofensa ao chefe de Estado ao fornecer meios", soube-se de fonte fidedigna em Bamako.
Sambi Touré do Info-Matin, Alexis Kalembiry do Echos, Birama Fall do Républicain e Hamèye Cissé do Scorpion foram capturados e inculpados por terem publicado novamente, nos seus respectivos jornais, o artigo antes divulgado pelo jornalista Seydina Oumar Diarra, preso desde 14 de Junho último.
Diarra, jornalista no Info-Matin, foi detido por ter publicado a 1 de Junho corrente um artigo intitulado "A amante do Presidente da República".
O artigo incriminado é uma ficção que serviu de tema de dissertação dado por um professor de um liceu de Bamako aos seus alunos, relatando as vagabundagens de um Presidente da República.
O processo judicial de Seydina Oumar Diarra e do professor, detido igualmente a 14 de Julho último, bem como dos quatro directores, está agendado para 26 de Junho corrente em Bamako, de acordo com a mesma fonte.
Quinta-feira de manhã, o Centro de Imprensa do Mali, federação de todas as associações e agrupamentos de imprensa, protestou contra a onda de detenções de jornalistas malianos e reafirmou a sua solidariedade indefectível a toda imprensa maliana em geral.
Os professionais da informação do Mali exigiram finalmente a libertação rápida e incondicional dos jornalistas presos bem como o fim da censura contra a imprensa.

21 Junho 2007 22:08:00




xhtml CSS