Qatar testa com êxito "Zonas Adepto" para acompanhar jogos de Mundial 2022

Doha, Qatar (PANA) - Os organizadores do Mundial de futebol de 2022 previsto no Qatar decidiram criar o conceito de "Zonas do adepto" a pensar nos amantes do desporto rei que serão certamente numerosos a não poder aceder aos estádios.

O Comité Supremo de Organização (CSO) do torneio descreve "Zonas do Adepto" como um espaço equipado como um estádio de futebol e sala de cinema onde os adeptos poderão acompanhar os jogos em ecrã gigante.

O Mundial, que acaba de terminar no Brasil, foi aproveitado pelo CSO para testar o primeiro protótipo de "Zonas do Adepto" e o sistema de climatização instalado pelos seus pesquisadores.

Instalado no bairro Katara, em Doha, a capital, a primeiro "Zona do Adepto" foi muito frequentada durante o Mundial no Brasil.

Mais de 15 mil espetadores acompanharam os jogos, segundo os organizadores, que instalaram um espaço com capacidade para mil e 500 assentos, dotado de um teto retratável com uma enorme coluna que deixa escapar ar fresco, protótipo da tecnologia de refrigeração que será utilizada durante o Mundial de 2022.

Os organizadores ficaram particularmente satisfeitos pelo resultado dos testes que permitiram obter no interior da zona temperaturas de 20 graus.

O Comité Supremo de Organização trabalha atualmente com a Fundação Aspira e com a Universidade do Qatar para desenvolver a tecnologia, que, uma vez aprovada pela FIFA, poderá fazer funcionar as "Zonas do Adepto" a serem criadas em todo o país.

Para além do sistema de refrigeração, os poucos felizes que puderam aceder às "Zonas do Adepto" de Katara terão ficado sobretudo impressionados pelo "espetáculo mágico" oferecido pela retransmissão dos jogos em alta definição em ecrã gigante panorâmico.

Para o CSO do Mundial de 2022, a aposta parece estar já ganha.

-0- PANA JSG/IBA/MAR/IZ 23julho2014

23 Julho 2014 19:46:13




xhtml CSS