Prosseguem apelos para intervenção de Kadafi em Darfur

Tripoli- Líbia (PANA) -- Os apelos oficiais prosseguem a favor da intervenção do guia da Revolução líbia, coronel Muamar Kadafi, para a resolução da crise de Darfur (Oeste do Sudão), segundo a agência líbia de notícias (JANA).
A JANA indica que uma das individualidades que reiterou esse apelo foi o Presidente nigeriano Olusegun Obasanjo, presidente em exercício da União Africana (UA), à semelhança do seu homólogo tchdiano Idriss Déby.
Obasanjo informou o líder líbio das medidas e esforços consentidos pela UA para a resolução da crise de Darfur, bem como os preparativos em curso, para a realização de uma mini-cimeira africana em Abuja (Nigéria), sobre este problema.
O Presidente Obasanjo enviou, de acordo com a mesma fonte, um convite ao coronel Kadafi, para participar nesta reunião que decorrerá em Abuja.
Este convite foi formulado numa mensagem do Presidente Olusegun Obasanjo, transmitida quinta-feira em Sirte (450 quilómetros a leste de Tripoli) pelo ministro nigeriano da Cooperação Guba Lawan Gana, emissário do Presidente Obasanjo.
Proveniente de Cartum, o chefe de Estado nigeriano, recorde-se, efectuou no início de Agosto, uma breve visita à Líbia no decorrer da qual informou o coronel Kadafi do apelo oficial da UA para patrocinar estas negociações devido à consideração que goza junto de todas as partes em conflito.
Por outro lado, o Presidente tchadiano Idriss Déby reiterou também o seu apelo ao líder líbio para intervir pessoalmente e prosseguir os seus esforços a favor da resolução da crise de Darfur e dirigir os esforços da UA nesse sentido.
O apelo do Presidente Déby constava duma mensagem transmitida quinta-feira, em Sirte, ao coronel Kadafi, pelo primeiro-ministro tchadiano Mahamat Moussa Feki, enquanto enviado especial do Presidente tchadiano.
O Presidente sudanês Omar Hassan Al-Bechir, lembre-se, reiterou igualmente o seu apelo para a participação de Kadafi na resolução do problema de Darfur.
Este último apelo sudanês foi formulado numa mensagem do chefe de Estado sudanês entregue quarta-feita passada ao líder líbio, pelo ministro sudanês dos Negócios Estrangeiros, Mustapha Othman Ismael.

20 Agosto 2004 12:55:00




xhtml CSS