Professores denunciam injustiças na Mauritânia

Nouakchott, Mauritânia (PANA) - Várias dezenas de docentes do Instituto Islâmico de Estudos e Pesquisas (ISERI) manifestaram-se, segunda-feira, diante da Assembleia Nacional (Parlamento) para denunciar "as injustiças" de que têm sido vítimas, constatou a PANA no local.

Eles reivindicam nomeadamente uma série de indemnizações e denunciam o incumprimento de várias promessas, bem como a falta de consideração por parte do Estado que é seu empregador.

Abdallah Mohamed Bamba, um dos professores manifestantes, explicou que este gesto de desespero "é a expressão pacífica de um descontentamento causado por uma situação miserável dos professores dentro do ISERI".

-0- PANA SAS/IS/DIM/IZ 05junho2018

05 Junho 2018 12:33:59


xhtml CSS