Proclamação da Autoridade da UA ao nosso alcance, diz responsável

líbio Sirtes- Líbia (PANA) -- O presidente do conselho Executivo da União Africana, Ali Triki, estimou "ao nosso ao alcance" a proclamação da formação da Autoridade da União durante a cimeira de Sirtes (centro da Líbia) no início de Julho próximo, garantindo ser possível que seja festejada igualmente na referida cidade a criação dos Estados Unidos de África.
O presidente do Conselho Executivo da UA apelou quarta-feira à noite em Sirtes aos membros do Comité dos Representantes Permanentes dos Países da UA (COREP), reunidos na sua 18ª sessão ordinária para não se esquecerem das decisões das cimeiras africanas desde a proclamação da UA a 9 de Setembro de 1999 em Sirtes até hoje e defenderem a aceleração da conclusão do processo da União na via da realização do último objectivo, precisamente a criação dos Estados Unidos de África.
Ele precisou que o mundo está a acompanhar com interesse e está a ver com admiração os progressos que regista a marcha da UA e afirmou que os Africanos estão à altura da responsabilidade e sublinhou a necessidade de apoiar esta união e a sua activação pois ela constitui o único meio de livrar o continente africano do ciclo de atraso e pôr termo aos problemas económicos e às doenças em África.
Do seu lado, o presidente da Comissão da UA, Jean Ping, sublinhou a necessidade de trabalhar com vista à execução dos resultados destas reuniões para realizar os objectivos fixados pela África a fim de recuperar a sua posição no seio dos espaços gigantes.
O presidente da Comissão defendeu igualmente a necessidade de insistir nas prioridades do trabalho do antigo Comité dos Embaixadores a fim de o promover permitindo-lhe fornecer documentos aos países membros no momento oportuno.
Ele precisou que o plano da UA de 2009 a 2012 foi preparado agora cabe a este Comité adoptá-lo para concretizar os objectivos esperados e as acções palpáveis ao serviço do continente africano e das suas populações.
Jean Ping lembrou igualmente que a agenda desta reunião determina a importância da responsabilidade que incumbe a este Comité e os resultados previstos no termo deste encontro e afirmou que a Comissão concederá todos os meios susceptíveis de realizar os objectivos traçados.
O Comité dos Representantes Permanentes dos Países da UA (COREP) reflectirá durante as suas sessões sobre as questões inscritas na agenda que inclui as preocupações administrativas e financeiras bem como os relatórios das comissões consultivas sectoriais sobre o orçamento, as questões admininistrativas, financeiras, as estruturas, as contribuições, o relatório da Comissão sobre a execução das decisões anteriores do Conselho Executivo e da cimeira da UA.
Os representantes permanentes discutirão igualmente, neste capítulo, sobre os relatórios da Comissão sobre a situação das convenções da UA e a nova bandeira da UA bem como o projecto do plano estratégico para o período de 2009 a 2012.
No capítulo político da agenda desta reunião figura o exame do relatório sobre a situação dos refugiados que regressaram, os deslocados no interior de África bem como o relatório da Comissão sobre a conferência de Durban (África do Sul) relativa à luta contra o racismo e a xenofobia realizada em 2001 na África do Sul.
O COREP pronunciar-se-á neste capítulo sobre o relatório da Comissão da UA sobre as actividades da comissão sectorial de cooperação multilateral.
No plano económico, social e cultural, o COREP reflectirá igualmente sobre o relatório da Comissão relativo à criação do Observatório Africano da Imprensa e à execução da estratégia do diálogo comum entre a UA e a União Europeia (UE) bem como o seu plano de acção, a realização dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e os preparativos da cimeira do G-8.
A reunião dos representantes permanentes dos países da UA discutirá sobre a integração da Nova Parceria para o Desenvolvimento em África (NEPAD) nas estruturas e instituições da UA, a execução da declaração de Julho de 2008 relativa aos compromissos da cimeira de Charme El Cheikh no Egipto para acelerar a realização dos objectivos da água e do saneamento em África bem como o Fundo de Créditos para a Mulher Dependente da UA.
O COREP abordará também várias propostas apresentadas por países membros da UA relativas à consolidação do processo da União.

25 يونيو 2009 18:14:00




xhtml CSS