Processo da União Africana em destaque na imprensa líbia

Tripoli- Líbia (PANA - As discussões sobre o proce-sso da União Africana (UA) , a promoção das suas instituições e o dossiê da Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD) mantidas na semana passada, em Tripoli, entre o Presidente líbio, Muamar Kadafi, e o seu homólogo maliano, Amadou Toumani Touré, dominaram as primeiras páginas dos jornais líbios deste fim-de-semana.
A imprensa líbia interessou-se igualmente pela decisão tomada entre o Tchad e Sudão de restabelecerem as suas relações diplomáticas num prazo de duas semanas, bem como pelo desfecho do XV Campeonato Africano de Andebol Júnior organizado na metrópole líbia, e pelas perspectivas do turismo neste país magrebino.
O diário Al-Chams escreve que a visita do chefe de Estado maliano, Amadou Toumani Touré, à Líbia, lhe permitiu informar Kadafi dos últimos desenvolvimentos entre o seu Governo e os rebeldes tuaregues que operam no norte do país.
O diário acrescenta que o líder líbio e o Presidente maliano sublinharam a necessidade da integração da instituição económica que representa a NEPAD na UA para que se torne numa parte da promoção da cooperação no espaço da Comunidade dos Estados Sahelo-Sarianos (CEN- SAD).
Por seu lado, o Al-Fajr consagra largas colunas aos resultados da reunião do Comité Tripartido (Líbia, Tchad e Sudão), encarregue da normalização das relações sudano-tchadianas que culminaram na decisão dos dois países para o regresso dos seus embaixadores respectivos num prazo de duas semanas e o seu compromisso a absterem-se do fornecimento de qualquer apoio à oposição nos dois países.
O Al-Fajr Jedid acrescenta que Sudão e Tchad aceitaram igualmente a execução de todos os acordos assinados entre os dois Estados e decidiram pôr fim às campanhas de imprensa susceptíveis de denegrir a imagem da cada um e proibir qualquer acto capaz de provocar uma nova tensão nas suas relações.
No domínio desportivo, o jornal Al-Fajr Jedid interessou-se pela XV edição do Campeonato Africano Júnior de Andebol vencida pela equipa da Tunísia após a sua vitória na final contra a sua similar da Líbia.
O Al-Jamahiriya escreve, por seu turno, que a organização desta manifestação desportiva africana beneficiou da estima de todas as delegações participantes e dos árbitros africanos tendo em conta o acolhimento e a hospitalidade que lhes foram reservados.
Segundo o jornal, a comissão da comunicação desta edição editou uma publicação diária de acompanhamento das competições deste torneio e publicou igualmnte um livro relativo ao percurso do andebol na Líbia.
O jornal Oya destacou o sector do turismo na Líbia com uma matéria intitulada "O turismo líbio entre a realidade e ambições".
O artigo sustenta que este sector começou a dar grandes passos tornanado-se num dos pilares da economia, desempenhando um papel eficiente a nível do mercado de trabalho e oferecendo empregos a um grande número de jovens.
O turismo, prossegue o jornal, suscitou o interesse de investigadores no domínio da planificação e do desenvolvimento.
O Oya acrescenta que as autoridades líbias conseguiram atrair vários capitais para a implementação de projectos turísticos ao longo do litoral líbio (dois mil quilómetros) e no coração do deserto no quadro de um plano ambicioso para diversificar as fontes de rendimento e fazer do tursimo um catalizador da economia nacional.

26 Outubro 2008 11:37:00


xhtml CSS