Primeiro-ministro italiano inicia visita a Angola

Luanda, Angola (PANA) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, chegou este domingo, a Luanda, numa visita de 24 horas consagrada ao relançamento e aprofundamento das relações bilaterais entre os dois Estados.

Segundo uma nota do Ministério angolano das Relações Exteriores,  Matteo Renzi deve encontrar-se, segunda-feira, com o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, para, entre outros assuntos, abordar a cooperação bilateral e a atualidade internacional.

O primeiro-ministro italiano que encabeça uma numerosa delegação, com destaque para homens de negócios, tem também em agenda uma visita ao Memorial do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, onde depositará uma coroa de flores.

A Itália assume desde 01 de julho corrente a presidência semestral rotativa da União Europeia (UE), período em que Matteo Renzi, em funções desde fevereiro do presente ano, aposta na recuperação económica  e na criação de mais postos de trabalho.

A Itália foi o primeiro país da Europa Ocidental a reconhecer a independência de Angola, a 18 de fevereiro de 1976, e a 04 de junho do mesmo ano estabeleceram-se as relações diplomáticas entre os dois Estados.

Matteo Rinzi, que chegou a Luanda proveniente da capital moçambicana, Maputo, é o  primeiro chefe de governo italiano a visitar a África Subsariana e Angola, em particular, desde que o país se tornou independente, a 11 de novembro de 1975.

Depois de Angola, o primeiro-ministro italiano rumará para o Congo-Brazzaville.

-0- PANA IZ 20julho2014

20 Julho 2014 19:34:33


xhtml CSS