Prestação da selecção angolana de futebol foi manchete na media

  Luanda- Angola (PANA) -- O afastamento, pela segunda vez consecutiva, da selecção nacional de futebol séniores masculino da taça COSAFA, e a apreensão pela Polícia Nacional de 137 viaturas roubadas na África do sul dominaram o panorama da imprensa angolana durante a semana que finda.
   "Kurtz deve abandonar os Palancas", é o título que o Jornal dos Desportos estampou na sua edição de sábado, acrescentando que a Federação Angolana de Futebol (FAF), divulga sábado a sua posição sobre a saída ou não do seleccionador nacional.
    De acordo com o semanário, enquanto a posição da FAF permanece incógnita, aumenta o número de contestatários à volta da permanência do técnico de origem brasileira Ismael Kurtz.
   Com o titulo "A obra de Ismael Kurtz" estampado na  primeira página da sua edição  de Sábado, o Semanário Angolense" escreve que desde que há um ano chegou à Angola, rotulado como técnico conhecedor do futebol africano, devido a sua passagem pelo Gana, Ismael Kurtz apenas logrou uma vitória, que foi frente a equipa nacional gabonêsa.
   "Palancas(selecção angolana) sem 'garra' e objectividade", escreve "A Palavra", um outro semanário de informação geral, alertando ainda que o destino do futebol angolano começa a ficar ameaçado  na perspectiva da sua projecção internacional, se nos ativermos aos consequentes insucessos que vem acumulando no seu palmarés competitivo.
   Segundo o Jornal, por causa desse insucesso, a direcção da Federação angolana de futebol (FAF) vê-se novamente 'encurralada' e mergulhada numa onda de protestos dos amantes de modalidade, que insurgem-se contra a manutenção de Ismael Kurtz, o treinador da selecção nacional, que após ter assumido o cargo, jamais conseguiu "amealhar" uma vitória dos nove jogos que a selecção nacional realizou sob sua "batuta".
   "Ismael Kurtz culpa jogadores pelos desaires para frontalmente não admitir total culpa ou fracassos seus enquanto técnico", estampa sábado numa das suas páginas o "Folha 8", outro semanário independente, acrescentando que "a Nigéria, próximo adversário dos Palancas troca de treinador, e (o presidente da federação angolana)Justino promete o mesmo".
   O Folha 8 revela ainda que se a chicotada psicológica acontecer o actual treinador brasileiro vai receber da FAF um salário  líquido calculado em 130 mil dólares de um ano de trabalho, sem contar com outras despesas como o alojamento, a alimentação, entre outras.
   O Jornal de Angola, único diário do País estampa na sua edição de sábado: "137 viaturas roubadas na região Austral de África", para descrever a "operação Escorpião" levada à cabo durante dois dias na Namíbia e em Angola, culminando o desmantelamento de redes de criminosos transnacionais naqueles países.
   De acordo com o quotidiano, a medida está ligada à decisão dos Ministerios do Interior e de Segurança dos países membros da SADC, e que visam realizar operações conjuntas para  combater este tipo de crime.
      

26 Abril 2003 19:42:00


xhtml CSS