Presidente zambiano defende unidade entre Africanos

Kigali, Rwanda (PANA) – O Presidente zambiano, Edgar Lungu, condena maus preconceitos relativamente ao continente africano a nível internacional e sublinha a necessidade da unidade no seio dos Africanos.

No quadro da sua visita de dois dias iniciada quarta-feira última ao Rwanda, o Presidente zambiano deslocou-se primeiro ao memorial do genocídio em Gisozi, uma colina em cima da cidade de Kigali e manteve reuniões bilaterais com o seu homólogo rwandês, Paul Kagame, durante as quais vários acordos foram rubricados.

Por sua vez, o Presidente Kagame sublinhou que os seus pares africanos devem realizar o progresso e o desenvolvimento no continente.

« Nós somos igualmente unidos pelo nosso compromisso de construir uma União Africana (UA) mais forte e mais eficiente, capaz de prestar serviços de qualidade aos cidadãos deste continente », declarou.

Comentando a aplicação da cobrança de 0,2 porcento de Impostos da UA , o chefe de Estado rwandês, igualmente presidente em exercício da organização pan-africana, explicou que se pode avançar neste sentido com os 21 países que aceitaram esta dinâmica.

« Vários países tencionam começar a utilizar esta fórmula… Algumas pessoas não compreendem o que isso implica. Mas muitos esforços foram envidados para se chegar até aqui”, declarou.

Segundo o Presidente Kagame, este sucesso representa uma libertação contínua de África e « nós somos todos atores a trabalhar para este fim ».

-0- PANA TWA/MA/ASA/BEH/FK/DD 23fev2018

23 Fevereiro 2018 14:05:05


xhtml CSS