Presidente tunisino reforça responsabilização política das mulheres

Túnis- Tunísia (PANA) -- O Presidente tunisino, Zine El Abidine Ben Ali, anunciou sexta-feira em Túnis a sua vontade de elevar para 35 porcento a taxa de representação das mulheres nos postos de decisão, até 2014.
Falando durante a cerimónia de abertura do congresso da União Nacional Tunisina da Mulher (UNFT), a principal organização feminina do país, Ben Ali disse que a mulher tunisina dispõe duma posição "privilegiada, raramente igualada, tanto no Oriente como no Ocidente", graças ao Código do Estatuto Pessoal promulgado em 1956 pelo antigo Presidente Habib Bourguiba.
O Presidente Ben Ali sublinhou que a mulher tunisina é considerada como "uma muralha inexpugnável contra as correntes extremistas e retrógradas".
"Nada pode ser feito hoje, em todas a sociedade, sem a participação da mulher na coisa pública", disse, sustentando que "a dignididade da nação é sinónima da dignidade da mulher".
O Presidente tunisino sublinhou igualmente a sua determinação a melhorar as condições de vida da mulher rural para "a tirar do analfabetismo, desenvolver as suas capacidades de produção e favorecer a sua integração na vida activa".

03 Abril 2010 11:56:00


xhtml CSS