Presidente tswanês advoga união de forças para lutar contra HIV/Sida

Gaberone, Botswana (PANA) – A união de forças contra a prevalência da epidemia do HIV/Sida continua a ser a solução para combater este flagelo, defendeu segunda-feira, em Gaberone, o Presidente do Botswana, Ian Khama.

No seu discurso alusivo à celebração do Dia Mundial da Sida, o Presidente Khama instou a nação a unir-se.

“Eu acho sinceramente que, com o vosso apoio coletivo e o dos organismos da sociedade civil, o setor privado, os religiosos, os líderes políticos e tradicionais e as nossas comunidades, um mundo sem o HIV  é possível”, disse.

«Já que nos aproximamos do ano de 2016, é imperativo que façamos tudo, para fazermos face aos eventos futuros que farão uma diferença», acrescentou o Presidente botswanês, que fazia referência ao objetivo fixado pelo seu país para atingir “zero novo caso de infeção ao HIV até 2016”.

O Presidente declarou que o Botswana ultrapassou os estigmas através da intensificação das campanhas de sensibilização, de diversas intervenções relativas à sida e ao programa de tratamento bem-sucedido.

Com uma população de dois milhões de habitantes, o Botswana registou uma diminuição de cerca de 71 porcento na taxa de prevalência do HIV entre 2001 e 2011.

A celebração deste ano realizou-se sob o lema « Atingir Zero : Zero Novo Caso de Infeções, Zero Discriminação e Zero Morte ligados à Sida”, em conformidade com o programa de cinco anos destinado a avaliar o progresso realizado pelos países em relação à declaração das Nações Unidas em 2011 sobre o HIV e sida.

-0- PANA DRW/VAO/BBA/SSB/FK/DD 3dez2013

03 Dezembro 2013 08:23:56


xhtml CSS