Presidente tchadiano deixa precipitadamente XX Cimeira da UA

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - O Presidente do Tchad, Idriss Deby, deixou precipitadamente domingo à noite Addis Abeba, na Etiópia, onde ele participava na XX Cimeira da União Africana (UA) para N´Djamena, a capital tchadiana, soube segunda-feira a PANA na capital etíope.

Segundo uma fonte segura, que discutiu com membros da delegação do Presidente Deby, problemas no seio do Exército em N´Djamena teriam provocado o seu regresso antecipado ao país.

O Tchad decidiu enviar cerca de dois mil soldados para participar na Missão Internacional de Apoio ao Mali (MISMA) encarregada de libertar o norte deste país dos grupos islamitas armados.

Soldados tchadianos e nigerinos da MISMA protegeram sábado a cidade de Gao, no norte do Mali, depois da sua libertação por militares malianos e franceses.

Segundo informações obtidas à margem da XX Cimeira da UA, na qual participa o Presidente interino maliano Diancounda Traoré, soldados tchadianos e nigerinos tomaram o controlo das cidades de Ménaka e Anderamboukane (nordeste), perto da fronteira com o Níger.

Os trabalhos da XX Cimeira da União Africana, que tem como lema principal "Pan-afrianismo e Renascimento Africano", continuaram à porta fechada segunda-feira sobre projetos de textos preparados pelo 22º Conselho Executivo e os preparativos do cinquentenário da organização pan-africana previsto para maio próximo na capital etíope.

-0- PANA SEI/TBM/MAR/TON 28jan2013

28 Janeiro 2013 18:06:08




xhtml CSS