Presidente sudanês reitera recusa de capacetes azuis em Darfur

Rabat- Marrocos (PANA) -- O Presidente sudanês, Omar Hassan El Béchir, reiterou quinta-feira em Casablanca a "recusa categórica" pelo seu país da resolução 1706 das Nações Unidas relativa ao envio a Darfur (oeste do Sudão) duma força onusina.
El Béchir qualificou a resolução das Nações Unidas de "inaceitável por ser baseada em informações e considerações falsas".
"Esta resolução coloca o Sudão sob tutela porque ela evoca a criação de sistemas judiciário, policial e de controlo das fronteiras e dos direitos humanos e instaura o princípio da impunidade", declarou o líder sudanês à imprensa, acrescentando que se trata pura e simplesmente de "forças de ocupação".
O chefe de Estado sudanês efectuou quinta-feira uma escala na capital económica marroquina proveniente de Nova Iorque (Estados Unidos) onde participou na 61ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas e na reunião do Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA).
"Nunca aceitaremos que o Sudão se torne num novo Iraque", declarou o chefe de Estado sudanês.
El Béchir, que participou igualmente na cimeira dos Países Não Alinhados em Havana (Cuba), acrescentou que durante diferentes encontros conseguiu "convencer várias delegações sobre as razões do ponto de vista sudanês sobre a situação real em Darfur, com o apoio de informações documentadas que rejeitam as ideias falsas veiculadas pelos mídia sobre esta província, as quais levaram a maior parte deles a adoptar posições hostis ao Sudão".
"Os esclarecimentos fornecidos pelo Sudão levaram os países participantes na cimeira do Conselho de Paz e Segurança da UA a prorrogar até finais deste ano a missão das forças africanas posicionadas nesta província", indicou o Presidente sudanês.
A União Africana decidiu quarta-feira prolongar o mandato da sua força presente em Darfur por três meses até 31 de Dezembro próximo.
A guerra civil em Darfur e as suas consequências humanitárias fizeram 200 mil mortos desde Fevereiro de 2003.

22 Setembro 2006 09:30:00




xhtml CSS