Presidente sudanês garante paz e segurança no Sudão

Cartum- Sudão (PANA) -- O Presidente sudanês Omar Hassan El Béchir afirmou terça-feira o seu engajamento para a aplicação do acordo de paz assinado recentemente no Quénia entre Cartum e o Exército/Movimento de Libertação do Povo Sudanês (SPLA/M).
Bechir reiterou igualmente o seu compromisso com o cessar-fogo alcançado com os movimentos rebeldes da região de Darfur assolada por conflitos.
Num discurso pronunciado por ocasião do 15º aniversário da Revolução da Salvação, El Béchir reconheceu o papel da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD), União Africana, União Europeia, Estados Unidos e países árabes "amigos e irmãos" nos acordos alcançados até agora com a SPLA/M.
Todavia, a situação em Darfur continua preocupante, e o secretário de Estado americano Colin Powell, que chegou a Cartum terça-feira à tarde, ameaçou o governo sudanês de sanções internacionais se não controlar a milícia árabe acusada de desmandos na região.
El Béchir declarou, no fim-de-semana, que o governo tinha ordenado o desarmamento desta milícia, designada por "Djandjaweed", com vista a estabilizar a região e impedir os combates de se estenderem ao vizinho Tchad vizinho.
Este conflito fez mais de 10 mil vitímas e provocou o deslocamento de cerca de um milhão de indivíduos.
Além disso, 120 pessoas atravessaram a fronteira e refugiaram-se no Tchad fugindo os combates.

30 Junho 2004 13:22:00




xhtml CSS