Presidente senegalês exige coordenação de programas de vacinação

Dakar- Senegal (PANA) -- O Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, defendeu segunda-feira em Dakar uma coordenação dos programas de vacinação a nível nacional.
Falando na abertura do fórum panafricano sobre a parceria com os chefes religiosos e tradicionais para a imunização e sobrevivência da criança, que decorre na capital senegalesa, Wade disse que este apelo é uma aposta que "pode ser ganha se forem implementadas estratégias voluntárias".
Abdoulaye Wade adiantou que a integração regional é a única saída para erradicar certos flagelos de África.
O chefe de Estado senegalês sustentou ainda que apesar duma cooperação e duma parceria com as instituições internacionais, o mal persiste e ele se situa na "dispersão dos esforços e na falta de mecanismos supranacionais de coordenação".
Com a forte mobilização que demonstraram os chefes religiosos, tradicionais e os representantes da imprensa, Wade sublinhou que é preciso, doravante, velar mais pela escassez de vacinas do que pela insuficiência dos candidatos à vacinação.
Por outro lado, o Presidente senegalês manifestou a sua esperança quanto ao sucesso deste fórum que junta 250 participantes, incluindo ministros da Saúde da região, chefes religiosos e tradicionais e representantes da imprensa.

19 Outubro 2004 11:41:00




xhtml CSS