Presidente senegalês defende financiamento da pesquisa científica

Dakar- Senegal (PANA) -- Os países africanos deverão rever os orçamentos destinados às pesquisas tecnológica e científica que poderão contribuir para o desenvolvimento socioeconómico do continente, recomendou terça-feira em Dakar o Presidente senegalês Abdoulaye Wade.
Falando durante a abertura dum encontro de peritos organizado em prelúdio ao segundo Conselho Ministerial Africano sobre as Ciências e Tecnologias previsto para 29 a 30 de Setembro em Dakar, o chefe de Estado senegalês deplorou os pequenos fundos concedidos às pequisa científica em África.
O Presidente senegalês disse que o desenvolvimento da ciência e da tecnologia constitui "primeiro uma opção política".
Ele deu o exemplo do seu país, onde existe um Ministério da Pesquisa Científica que aplica a política do Estado no quadro do desenvolvimento da ciência e da tecnologia, vectores da produtividade e do relançamento económico.
"Em África, devemos parar de ser simples consumidores de tecnologias importadas.
Com vontade, poderemos acelerar as pesquisas tecnológicas capazes de estimular o nosso desenvolvimento", sublinhou o chefe de Estado senegalês, estimando que o continente africano, com os seus recursos mineiros, poderá ser um foco de desenvolvimento da ciência.
Wade prometeu ser o "advogado" do plano que vão propor os peritos e os ministros para impulsar um novo dinamismo às investigações científica e tecnológica em África.
A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) compromete-se igualmente a participar no desenvolvimento da ciência e da tecnologia em África.
"Em Novembro próximo em Accra (Gana), vamos reunir os reitores das universidades africanas e os decanos dos Departamentos de Ciência para reflectir sobre a problemática do relançamento das investigações científicas e tecnológicas no continente", anunciou o director do Bureau de Ciências e Técnicas da UNESCO para África Joseph Massaquoi.
A reunião vai decorrer sob o lema "Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento de África: Um Plano para Agir Juntos" sob a égide do Secretariado Permanente da Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD) e da Comissão da União Africana (UA).

28 Setembro 2005 12:05:00


xhtml CSS