Presidente senegalês defende cooperação internacional contra terrorismo

Dakar, Senegal (PANA) - O Presidente senegalês, Macky Sall, reiterou, sexta-feira, a necessidade de uma cooperação sub-regional e internacional na luta contra o terrorismo, sublinhando o engajamento do seu país em trabalhar para a paz e a segurança mundiais.

"A defesa do santuário nacional já não basta para garantir a paz e a segurança. A abordagem global e a cooperação internacional são a via apropriada para conter o flagelo que representa o terrorismo", declarou por ocasião das celebrações da 14ª Jornada Nacional das Forças Armadas.

Num discurso pronunciado no quartel-general do Estado-Maior das Forças Armadas  Senegalesas, em Dakar, reafirmou que a estabilidade e a paz internacional "estão no centro da diplomacia senegalesa".

"A instauração de um instrumento de segurança coletiva constitui o quadro mais eficaz contra a ameaça que tomou proporções internacionais", acrescentou o chefe de Estado senegalês.

Lembrou que, desde 1960, cerca de 50 mil soldados, gendarmes e polícias senegaleses foram desdobrados pelo mundo no quadro de missões de manutenção da paz das Nações Unidas, da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e da Organização de Unidade Africana (OUA) tornada União Africana (UA) desde 2002.

"Os nossos bravos soldados participaram em cerca de 50 missões de manutenção da paz, o que fez do Senegal o nono contribuinte de tropas das Nações Unidas", sublinhou o Presidente Sall.

Atualmente, soldados senegaleses estão desdobrados, entre outros, no Mali e na República Centroafricana once capacetes azuis da ONU estão colocados sob o comando do general senegalês Balla Keita.

Diante dos responsáveis das diferentes componentes das Forças Armadas Senegalesas, o Presidente Sall afirmou o seu engajamento em continuar "incansavelmente" os esforços de modernização do Exército nacional.

Durante a cerimónia, procedeu ao batismo da 49ª promoção da Escola Militar de Saúde, da 36ª promoção da Escola Nacional dos Oficiais Ativos e da 10ª promoção da Escola dos Oficiais da Gendarmaria.

O Presidente Sall condecorou igualmente soldados baseados no campo de batalha e depositou uma coroa de flores diante do monumento dos soldados desconhecidos.

-0- PANA AAS/JSG/MAR/IZ 10nov2017

10 Novembro 2017 16:28:37


xhtml CSS