Presidente senegalês advoga criação de instituto africano do género

Dakar- Senegal (PANA) -- O Presidente Abdoulaye Wade do Senegal defendeu a criação dum instituto panafricano do género encarregue de fazer estudos de identificação das disparidades sociais, económicas, políticas e culturais entre os homens e as mulheres.
Wade, que falava sexta-feira na capital senegalesa na abertura da primeira conferência da União Africana (UA) sobre o Género, explicou que os estudos a serem realizados pelo instituto abrangeriam todo o continente e culminariam em análises comparativas e propostas de soluções "através de medidas de encorajamento e de reprovação".
O chefe de Estado senegalês disse que o seu país está disponível a albergar a sede desta instituição com a cedência de escritórios funcionais equipados, assim como dum funcionamento inicial.

15 Outubro 2005 12:44:00


xhtml CSS