Presidente nigeriano demite diretores de agências nacionais de aviação

Lagos, Nigéria (PANA) – O Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, demitiu quase todos os diretores das agências nacionais da aviação, no quadro duma vasta operação de despedimento que começou pela demissão da ministra da Aviação, Stella Oduah, por  suposta corrupção e abusos de poder, soube-se de fonte oficial.

As agências abrangidas são a Autoridade Federal dos Aeroportos da Nigéria (FAAN), a Agência Nigeriana de Gestão do Espaço Aéreo (NAMA), a Autoridade Nigeriana da Aviação Civil e o Colégio Nigeriano da Tecnologia da Aviação (NCAT), de acordo com um
comunicado dos serviços do secretário do Governo Federal.

O diretor-geral da FAAN, George Uresi, será substituído pelo diretor dos Projetos desta agência, Saleh Dumona, enquanto o do Abastecimento da NAMA, Ibrahim Abdulsalam, toma o lugar de Nnamdi Udoh no posto de diretor-geral, lê-se na nota.

Por outro lado, o inspetor da Segurança do Governo e Ponto Focal da Organização Internacional da Aviação Civil (OIAC) da Nigéria para os Sistemas de Informação sobre a Segurança Aérea, o capitão Samuel Caulcrick, substitui o capitão Chinyere Kalu no posto de diretor do NCAT.

O comissário do Escritório de Prevenção e Inquérito sobre os Acidentes, o capitão Muhktar Usman foi colocado no lugar do capitão Fola Akinkuotu como diretor-geral da NCAA "sob reserva de confirmação pelo Senado".

Benedict Adeyileka vai assumir a direção interina da NCAA enquanto se aguarda pela confirmação de Usman pelo Senado.

Apenas Tony Anuforo conserva o seu posto de diretor-geral da Agência Meteorológica Nigeriana.

Os responsáveis acima referenciados foram demitidos apenas um mês após o despedimento de Oduah.

Uma crise eclodiu no setor da aviação em outubro último, quando foi revelado que a NCAA havia comprado duas viaturas blindadas de marca BMW com a anuência da ministra da Aviação por um preço provavelmente empolado de 225 milhões de nairas (um milhão e 590 mil dólares americanos).

Duas comissões de inquérito, nomeadas pela Assembleia dos Representantes e pelo Presidente da República, acusaram a então ministra da Aviação deste escândalo financeiro.

-0- PANA SEG/FJG/JSG/IBA/FK/DD  05março2014

05 Março 2014 19:41:05




xhtml CSS