Presidente nigeriano defende integração NEPAD-UA

Banjul- Gâmbia (PANA) -- O Presidente nigeriano Olusegun Obasanjo declarou sexta-feira esperar que a proposta da integração da NEPAD (Nova Parceria para o Desenvolvimento da África) na União Africana (UA) vá "proteger e reter a habilidade de ambas as organizações para as realizações em união”.
Obasanjo falava durante a abertura dum encontro do Comitê de Implementação dos Chefes de Estado e Governo da NEPAD (HSGIC) em Banjul, Gâmbia, antes da 7ª cimeira da UA a decorrer na capital gambiana de 1 a 2 de Julho próximo.
“A nova disposição deve (também) continuar a transformar o paradigma do desenvolvimento africano”, disse o líder nigeriano e presidente do tal comitê.
Obasanjo anunciou que o Senegal aceitou albergar a próxima sessão sobre a NEPAD mas disse que até ao momento nenhuma data foi marcada para o encontro.
O cjhefe do Estado nigeriano disse que o encontro de sexta-feira deve vulminar num consenso sobre a data e demais detalhes da referida sessão cujo objectivo consiste em avaliar a eficácia da NEPAD, criada para ajudar acelerar a transformção social e económica da África.
Houve muitas críticas do programa, particularmente por parte dum dos pais fundadores, o Presidente senegalês Abdoulaye Wade que a considera com um fiasco.
Presenciaram a reunião do HSGIC os Presidentes Thabo Mbeki (África do Sul), Wade e Denis Sassou Nguesso (Congo Brazzaville), entre outras personalidades.

01 Julho 2006 08:00:00




xhtml CSS