Presidente malgaxe convida Francofonia a ocupar-se do ambiente

Antananarivo- Madagáscar (PANA) -- O Presidente malgaxe Marc Ravalomanana exortou terça-feira em Antananarivo (Madagáscar) a Organização Internacional da Francofonia (OIF) a interessar-se mais pelas questões ambientais, estimando que constituem "a a riqueza essencial de alguns dos seus membros".
"Estou convencido de que a Francofonia vai dar um valor acrescentado à sua acção interessando-se ainda mais pelas questões ambientais.
A biodiversidade constitui a principal riqueza de Madagáscar que vos acolhe", afirmou na abertura da Conferência Ministerial da Francofonia (CMF).
O chefe de Estado malgaxe indicou igualmente que as questões ambientais vão dar às acções da Francofonia uma dimensão mais concreta aos olhos das populações dos Estados membros.
"O interesse da OIF pelo ambiente deve traduzir-se por operações mais concretas que as populações dos seus Estados membros poderão ver e apreciar.
É por esta razão que vos convido a plantar comigo neste dia algumas oliveiras", acrescentou.
Pouco após a cerimónia de abertura da CMF, cujo principal desafio será a adopção de uma nova carta para a Francofonia, o Presidente malgaxe e o secretário-geral da OIF, Abdou Diouf, plantaram 64 pés de oliveiras nas instalações da Presidência da República.
A última cimeira da OIF que decorreu em Novembro passado em Ouagadougou (Burkina Faso) tinha por tema principal "a Francofonia enquanto espaço solidário para um desenvolvimento sustentável".

22 Novembro 2005 19:44:00




xhtml CSS