Presidente ivoiriense propõe criação de banco regional do sul

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- O Presidente ivoiriense, Laurent Gbagbo, defendeu quarta-feira a criação dum Banco Regional de Investimento do Sul em África com sede na capital política ivoiriense, Yamoussoukro, bem como uma nova orientação da agricultura para poder fazer face à crise alimentar.
Diante das delegações dos 130 países membros do Comité Intergovernamental do grupo G77 mais China, cuja 12ª sessão iniciou os seus trabalhos terça-feira em Yamoussoukro (centro), o Presidente Gbagbo apontou entre outros desafios da actualidade a segurança alimentar, a paz, o controlo da energia e a consciência ecológica.
"A actualidade coloca-nos cada dia face a estes desafios que é necessário enfrentar sem demora.
Penso também que é a nossa incapacidade de reagir convenientemente que provoca o sentimento de pânico cada vez que crises de envergadura internacional se apresentam", deplorou Laurent Gbagbo.
De acordo com ele, a crise alimentar que o mundo conhece actualmente resulta dos limites das orientações económicas herdadas do século IX.
"Privilegiamos um modelo económico onde países não industrializados têm por vocação satisfazer as necessidades dos países industrializados.
Ora, as primeiras indústrias que precisaram de recursos produzidos nos países do Sul são as indústrias transformadoras de matérias-primas agrícolas como algodão, cacau, borracha, açucar, amendoim e outros produtos", justificou.
Por isso, desejou que os países saiam deste cíclo para dar "uma nova orientação à agricultura e fazer dela a sua vocação".
Os trabalhos da 12ª sessão do G77 mais China terminam sexta-feira próxima.
Eles permitirão elaborar uma plataforma de desenvolvimento e orientação política com vista a reforçar a cooperação entre os países do Sul.

12 Junho 2008 15:59:00




xhtml CSS