Presidente guineense na cimeira da União Africana

Bissau- Guiné-Bissau (PANA) -- O presidente interino da Guiné-Bissau, Henrique Rosa Pereira, deslocou-se domingo à Líbia para participar na quinta cimeira ordinária dos chefes de Estado e de governo da União Africana (UA), apurou a PANA em Bissau.
Momentos antes de deixar Bissau, Pereira Rosa lembrou a jornalistas que a cimeira da UA irá servir essencialmente para os líderes africanos concertarem posições quanto ao projecto de reforma das Nações Unidas.
O chefe de estado guineense cessante disse ainda que vai aproveitar a cimeira para agradecer aos seus homólogos pelas ajudas prestadas à Guiné-Bissau, sobretudo nestes últimos anos em que o país viveu momentos de crises políticas, militares e institucionais.
Henrique Rosa adiantou também que vai renovar o seu pedido de apoio e de atenção à Guiné-Bissau, destacando que o país tem "fortes expectativas" de entrar numa "nova era" com a escolha de um novo chefe de Estado democraticamente eleito.
Referindo-se à segunda volta das eleições presidenciais deste mês, Henrique Rosa pediu "civismo e respeito pelo povo" aos dois candidatos, designadamente o ex-chefe de Estado João Bernardo "Nino" Vieira (independente) e Malam Bacai Sanhá, do partido no poder, o PAIGC.
Henrique Rosa considerou que os dois candidatos e os seus apoiantes deviam "tudo fazer" para que a segunda volta do escrutínio decorra como a primeira, sem registo de quaisquer incidentes de vulto.
Henrique Rosa que deixou Bissau num avião disponibilizado pelo seu homólogo líbio, coronel Muamar Kadafi, faz-se acompanhar pelo ministro dos Negócios Estrangeiros guineense Soares Sambú.

04 Julho 2005 12:54:00




xhtml CSS