Presidente do Malawi abre registo de condolências

Blantyre, Malawi (PANA) - A Presidente do Malawi, Joyce Banda, foi a primeira pessoa a assinar o livro de condolências aberto em memória do ícone mundial e primeiro Presidente da África do Sul pós-apartheid, Nelson Mandela, na Embaixada sul-africana, em Lilongwe, capital.

"África perdeu um grande homem", disse Banda aos jornalistas pouco depois de assinar o livro de condolências, exprimindo o impacto que Mandela teve na sua vida sobretudo a partir do momento que, lembrou, efetuou uma visita a este último na sua prisão de Robben Island.

Após essa experiência em Robben Island, disse, "queria sentar-me com ele para melhor o compreender. O que soube da sua vida é a sua capacidade de perdoar, mesmo os que o fizeram sofrer tantos", disse

"É a lição mais importante que aprendi, e algumas coisas que discutimos influenciaram as decisões que tive de tomar na minha vida enquanto Presidente do Malawi", disse.

A Presidente Banda está entre as personalidades presentes na África do Sul para assistir esta terça-feira, no estádio FNB de Joanesburgo, à missa organizada em memória deste homem afetuosamente alcunhado "Madiba" pelo seu clã.

Tal como os demais dignitários e líderes do mundo inteiro, Banda vai recolher-se junto do corpo de Mandela que estará exposto na sede do Governo em Pretória.

A Fundação Mandela patrocina a iniciativa presidencial de Banda para a luta contra a pobreza e a redução da fome.

-0- PANA RT/SEG/NFB/SSB/MAR/IZ 09dez2013                    

10 Dezembro 2013 09:11:33




xhtml CSS