Presidente de Conselho Constitucional assume responsabilidade na crise na Côte d'Ivoire

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – O presidente do Conselho Constitucional da Côte d’Ivoire, o professor Paul Yao N’dré, reconheceu, no termo duma audiência quinta-feira com o Presidente Alassane Ouattara, a sua parte de responsabilidade na crise pós-eleitoral que fez centenas de mortos no país.

« Nós, os Ivoirienses, fomos muito longe. Somos todos responsáveis pelo que aconteceu. O Presidente atual, o Presidente cessante, Gbagbo, os cidadãos, a imprensa, todo o mundo é responsável”, respondeu o professor Paul N'dré à imprensa que o perguntou sobre a sua parte de responsabilidade na crise pós-eleitoral.

Paul Yao N’dré, na qualidade de presidente do Conselho Constitucional, anulou os resultados proclamados pela Comissão Eleitoral Independente (CEI) e certificados pelas Nações Unidas que declararam Alassane Ouattara vencedor da segunda volta das eleições presidenciais de novembro de 2010 e concedeu a vitória ao Presidente cessante, Laurent Gbagbo, que ele investiu a 4 de dezembro de 2010.

Esta situação provocou a grave crise pós-eleitoral que durou cerca de quatro meses e que desembocou na detenção de Laurent Gbagbo em Abidjan a 11 de abril de 2011.

« É preciso reconstruir a Côte d’Ivoire, todo o mundo, num impulso de solidariedade, de amor e de fraternidade », indicou Paul Yao N’dré.

Numa medida de reconciliação, o Presidente Alassane Ouattara fez apelo a todos os responsáveis de instituição.

O Presidente Ouattara deve prestar juramento durante uma cerimónia de investidura prevista para a segunda quinzena de maio próximo em Yamoussoukro, a capital política ivoiriense.

-0- PANA GB/JSG/MAR/TON 22abril2011

22 أبريل 2011 09:26:50




xhtml CSS