Presidente da FIFA esperdo em Cabo Verde

Praia, Cabo Verde (PANA) -  O presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Gianni Infantino, é esperado sexta-feira próxima  na cidade da Praia para uma visita de 24 horas a Cabo Verde, apurou a PANA no local de fonte desportiva.

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo considera que visita de Gianni Infantino, que acontece um mês após a do presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Ahmed Ahmed, ao país, realiza-se  “num momento certo”.

“Em três meses, conseguimos trazer aqui altos dirigentes do futebol africano e mundial. Penso que isso é motivo de prestígio para o nosso país, para a FCF e para toda a comunidade desportiva”, regozijou-se Semedo em conferência de imprensa.

Na sua primeira visita a Cabo Verde, após ter sido eleito em 2016, o presidente da entidade máxima do futebol mundial será recebido pelas mais altas autoridades do Estado cabo-verdiano, pelos membros da direção da FCF e por agentes desportivos na cidade da Praia.

Mário Semedo, que, em outubro último, regressou ao cargo que já tinha desempenhado durante 16 anos, até 2015, traçou como “objetivo claro e imediato” reaproximar a FCF das grandes estruturas do futebol africano e mundial.

Um dos projetos que serão apresentados ao presidente da FIFA é o novo modelo do campeonato nacional de Cabo Verde, orçado em mais 50 milhões de escudos cabo-verdianos (mais de 450 mil euros), anunciou.

Mário Semedo disse  contar com o apoio da FIFA, depois do presidente da CAF também ter garantido o co-financiamento do novo modelo para a disputa da prova máxima do futebol cabo-verdiano.

Entretanto, a FCF reúne-se em assembleia-geral sábado próximo, 17 de fevereiro, para se debruçar sobre o novo modelo do Campeonato Nacional, numa altura em que se encontra ainda congelada a verba que a FIFA coloca à disposição das federações para o efeito.

Mário Semedo disse que a assembleia vai debater “novas medidas estruturantes para o futebol nacional, o que, evidentemente têm os seus custos”.

O modelo que vai ser proposto pela nova direção da FCF passa, nomeadamente, pela implementação de um novo modelo em que as equipas participantes no campeonato jogam entre si a duas voltas, acrescentou.

-0- PANA CS/DD 13fev2018

13 février 2018 12:48:15




xhtml CSS