Presidente centroafricano desmente presença clandestina de soldados russos no seu país

Bruxelas, Bélgica (PANA) - Soldados russos não chegaram clandestinamente à República Centroafricana (RCA), declarou quinta-feira à imprensa em Bruxelas o Presidente centroafricana, Faustin Archange Touadéra.

O chefe de Estado da RCA fez esta declaração durante uma escala em Bruxelas, proveniente de Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde participou nos trabalhos da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A presença de soldados russos é muito visível em Bangui, a capital centroafricana onde garantem a segurança dos edifícios da Presidência da República, entre outros.

Depois da ONU ter autorizado a Rússia fornecer armas à RCA, soldados russos continuam a chegar a este país onde instalaram a sua base no antigo Palácio Presidencial do ex-imperador Jean-Bedel Bokasa, em estado de abandono em Berengo, na cidade de Bangui.

A ONU decretou um embargo sobre a venda de armas na RCA mas o país necessita de armas para constituir um novo Exército, atualmente em formação por oficiais instrutores europeus.

O Presidente centroafricano exortou a ONU a reforços para a Missão da ONU na República Centroafricano (MINUSCA), atualmente forte de 12 mil capacetes azuis saídos de vários países.

Le président centrafricain a demandé à l’ONU des renforts pour la Mission de l’ONU en Centrafrique (MINUSCA), actuellement forte de 12.000 casques bleus issus de plusieurs pays.

O Conselho de Segurança da ONU autorizou o envio de 900 capacetes azuis suplementares à República Centroafricana.

Depois do apelo lançado à ONU pelo Presidente Touadera para o reforço da Missão das Nações Unidas da RCA (MINUSCA), o ministro ivoiriense dos Negócios Estrangeiros, Marcel Amon Tanoh, anunciou na tribuna da ONU em Nova Iorque que o seu país vai enviar brevemente 450 soldados a este país da África Central.

Por sua vez, a partir de Nova Iorque, o secretário-geral adjunto da ONU para as operações de manutenção da paz, Jean Pierre Lacroix, recusou-se a confirmar se os soldados russos vão ser integrados no seio da MINUSCA.

-0- PANA AK/JSG/IBA/MAR/DD 27abril2018

27 april 2018 14:36:52




xhtml CSS