Presidente cabo-verdiano na 18ª Cimeira da UA

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, vai participar pela primeira vez, desde a sua eleição em agosto passado, na 18ª Sessão Ordinária da Conferência da União Africana (UA), prevista para 29 e 30 de janeiro em Addis Abeba, capital da Etiópia, soube a PANA terça-feira na Praia de fonte oficial.

Na agenda da cimeira constam as eleições do presidente da Comissão da UA, posto ao qual concorrem o Gabonês Jean Ping, candidato à sua sucessão, e a ministra do Interior da África do Sul, Nkozasana Dlamini-Zuma, do vice-presidente, dos comissários e dos dez membros do Conselho de Paz e Segurança.

No que se refere à eleição do novo presidente da Comissão da UA, tanto Jean Ping como Nkozasana Dlamini-Zuma, solicitaram o apoio de Cabo Verde que, entretanto, ainda não se pronunciou sobre a posição que irá tomar na próxima cimeira.

Em outubro do ano passado, o Presidente sul-africano, Jacob Zuma, enviou uma mensagem, entregue pelo ministro da Justiça, Jeffrey Radebe, a Jorge Carlos Fonseca, pedindo o apoio do seu homólogo cabo-verdiano à candidatura da então ministra sul-africana dos Negócios Estrangeiros à presidência da Comissão da União Africana (UA).

Por sua vez, o presidente cessante da Comissão da UA, Jean Ping, esteve na cidade da Praia, em finais do passado mês de dezembro, onde foi recebido pelo Chefe de Estado cabo-verdiano, a quem pediu o apoio do país para a sua recondução ao cargo.

Na agenda da próxima cimeira da UA fazem parte ainda o debate de temas relacionados com a promoção do comércio intra-africano, a situação na Líbia, na Somália e a crise no Sudão do Sul.

Outra questão que também tem merecido destaque nos corredores da diplomacia africana é a inauguração, a 28 de janeiro, da nova sede da União Africana, durante a 18ª Sessão Ordinária dos Chefes de Estado e de Governo da UA.

Trata-se de um edifício de 20 andares, composto por uma sala de conferência para 2.500 pessoas e um outro complexo independente para sub-conferência com 41 salas.

A construção e o apetrechamento da nova sede da UA custaram 200 milhões de dólares americanos, num financiamento do Governo da República Popular da China.

-0- PANA CS/TON 24jan2012

24 Janeiro 2012 10:27:32




xhtml CSS