Presidente angolano confiante em desfecho satisfatório na RDC

Luanda, Angola (PANA) - O Presidente angolano, João Lourenço, disse acreditar num desfecho satisfatório da situação na República Democrática do Congo (RDC), país que vai a eleições gerais a 23 de dezembro deste ano.

Segundo Lourenço, que falava sexta-feira, em Luanda, na abertura da 20ª reunião do Órgão de Política, Defesa e Segurança da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral), as autoridades congolesas deram passos importantes para a implementação dos acordos de São Silvestre, que prevêem a organização de eleições presidenciais, legislativas e provinciais.

“Acreditamos que a situação na RDC se encaminha para um desfecho satisfatório, tanto quanto nos foi dado a conhecer pelas autoridades competentes congolesas”, declarou.

João Lourenço, que preside ao Órgão de Política, Defesa e Segurança da SADC, considerou que a conclusão do registo de eleitores e o asseguramento do orçamento para as eleições "são sinais que podem contribuir para o desanuviamento das tensões internas e o reforço da confiança mútua entre todas as partes".

Defendeu ações que vão ao encontro das posições da SADC, da União Africana (UA) e das Nações Unidas (ONU), considerando que essas organizações convergem na necessidade do respeito pelos acordos de São Silvestre, livremente assumidos pelos principais autores políticos, governo, oposição e sociedade civil da RDC.

Em função disso, prosseguiu, "e apesar do otimismo que devemos manter para a realização efetiva das eleições, apelamos a todos os intervenientes no processo de regularização do conflito na RDC para que continuem empenhados em garantir um ambiente propício para a realização de eleições pacíficas e cedíveis".

Marcadas inicialmente para 31 de dezembro de 2017, as eleições na RDC foram remarcadas para 23 de dezembro de 2018, estando 599 partidos políticos registados para concorrer às eleições presidenciais.

-0- PANA ANGOP/IZ 22junho2018

22 Junho 2018 15:36:12


xhtml CSS