Presidente Mnangagwa dissolve Governo de Mugabe no Zimbabwe

Harare, Zimbabwe (PANA) - O Presidente Emmerson Mnangagwa do Zimbabwe decidiu dissolver o Governo do ex-Presidente Robert Mugabe, como primeira medida da sua administração, após a sua investidura sexta-feira última.

Para o efeito, nomeou Patrick Chinamasa e Simbarashe Mumbengegwi, respetivamente  como ministros interinos das Finanças e  dos Negócios Estrangeiros, até à nomeação dum novo Governo.

O chefe de serviço dos Assuntos Presidenciais e do Governo,  Misheck Sibanda, indicou que o presidente Mnangagwa espera nomear brevemente uma nova equipa governamental.

Ele acrescentou que a nomeação de Chinamasa e Mumbengegwi se  justificava pelo facto de "assegurar a continuação dos serviços nos principais ministérios do Governo".

Sibanda anunciou que Mnangagwa deve  encontrar-se esta terça-feira  com os secretários permanentes dos vários ministérios.

Após a sua tomada de posse sexta-feira, o Presidente Mnangagwa prometeu "começar a trabalhar" para, segundo ele, "reconciliar a nação e combater a corrupção, à entrada do país na  segunda fase do seu nascimento".

Num discurso pronunciado à Nação no Estádio de Harare, ele  declarou  estar consciente de que as tarefas urgentes que esperam  o país não podem ser resolvidas por  discursos, e que, por isso, pretende trabalhar rapidamente porque "o país exige que todos libertem as suas energias para ter sucesso".

Mnangagwa, de 71 anos de idade, que foi também designado presidente do partido no poder, ZANU-PF, na sequência da  demissão de Mugabe terça-feira última, declarou que o país deve  fazer muito para dar uma nova direção à nação .

Ele deve terminar o mandato de Mugabe até às próximas eleições previstas para setembro de 2018.

-0- PANA MA/AR/ASA/TBM/DIM/IZ 27nov2017

28 Novembro 2017 10:15:26


xhtml CSS