Presidente Angolano partiu para Addis Abeba

Luanda- Angola (PANA) -- O Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, partiu domingo para Addis Abeba, Etiópia, onde de 03 a 04 de Fevereiro vai participar da Cimeira de Chefes de Estado da União africana (UA), constatou a PANA em Luanda.
O presidente angolano vai acompanhado do Ministro das Relações Exteriores, João Bernardo de Miranda e outros membros e altos funcionários do governo angolano, segundo disse a PANA fonte ligada ao gabinete do chefe da diplomacia de Angola.
Segundo a mesma fonte, o Presidente Angolano manterá encontros à margem Cimeira com outros Chefes de Estados membros da Comunidade de desenvolvimento da África Austral (SADC), presidida por Angola, e dos Países Africanos de Lígua Oficial Portuguesa (PALOP).
Sexta-feira, uma nota emitida pelos serviços da presidência da República a que PANA teve acesso, referia que o chefe de Estado Angolano ia, juntamente com os outros participantes a Cimeira de Addis Abeba , analisar assuntos ligados a União Africana.
A nota, que não fornecia a composição da delegação angolana que iam acompanhar Eduardo dos Santos, indicava que esta Cimeira ia proceder à revisão constitutiva da própria União Africana e abordar outros assuntos da actualidade do Continente e do Mundo.
Proclamada oficialmente em Julho de 2002 em Durban, África do Sul, a UA substituiu a Organização de Unidade Africana (OUA), tendo, entre outras instituições, o conselho executivo, o Parlamento Pan-africano, um Tribunal de Justiça e um Conselho Económico, Social e Cultural.
A sua antecessora, a OUA, foi fundada a 25 de Maio de 1963, e teve como objectivo fundamental a luta pela independência política de África.
A UA, que tem como actual Secretário-Geral o ivoiriense Essy Amara, propõem-se entre outras tarefas acelerar a integração política e sócio-económica do Continente, promover a paz e a estabilidade de África.
Trabalhar em colaboraçao com os parceiros internacionais para a erradicaçao das doenças susceptíveis de prevenção e na promoção da saúde no continente, são também alguns propósitos da União Africana.
Recorde-se que Angola, além de assumir a presidência da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, é também membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU para o biénio 2003/2004, eleito com o apoio da União Africana e da SADC.

02 Fevereiro 2003 11:46:00




xhtml CSS