Presidenciais de Novembro fazem manchete em Nouakchott

Nouakchott- Mautitânia (PANA) -- O anúncio da candidatura de Mohamed Khouna Ould Haidallah, antigo chefe de Estado, a três meses das próximas presidenciais, foi amplamente comentada pela imprensa mauritaniana desta semana.
O "Calame" desta quinta-feira titula na primeira pagína "Presidenciais 2003: Ould Haidallah, o "salvador".
O diàrio recorda que o antigo chefe de Estado anunciou sexta- feira passada a sua candidatura para a eleição de Novembro próximo, "uma notícia que caíu como uma bomba, perturbando os planos e cálculos dos diferentes actores da cena política".
O "Eveil" do dia 5 de Agosto vai no mesmo sentido, com o título "Presidenciais 2003: Haidallah perturba os dados".
O diário "Nouakchott-Info" do dia 5 de Agosto assinala que "a candidatura de Ould Haidallah põe em desordem a classe política" Por seu turno, o diário "Challenge" do dia 6 de Agosto aumenta: "Presidenciais 2003: Ould Haidallah na cena política"

07 Agosto 2003 19:21:00


xhtml CSS