Presidência senegalesa tira lições da detenção de Gbagbo na Côte d'Ivoire

Dakar, Senegal (PANA) – A detenção do Presidente cessante da Côte d’Ivoire, Laurent Gbagbo, segunda-feira em Abidjan é uma lição para os homens políticos africanos, declarou em Dakar o porta-voz do Presidente da República do Senegal, o ministro conselheiro Serigne Mbacké Ndiaye.

"Esta detenção deve servir de lição aos políticos africanos para que eles aspirem à paz, à transparência e à democracia no continente », declarou à Rádio Futurs Medias (RFM), uma estação privada senegalesa.

Segundo Serigne Mbacké, os políticos devem respeitar a verdade das urnas e os resultados e que, face ao conflito ivoiriense, o Senegal adotou uma « posição de sabedoria ».

Denunciando os Presidentes africanos que continuam a manter-se no poder, Ndiaye indicou que « é o povo soberano que escolhe quem deseja ».

« Perder uma eleição não é uma vergonha. Quando se for vencido, deve-se sair pela grande porta e contribuir para construir o seu país. Gbagbo teria podido ter a grandeza  do ex-Presidente senegalês Abdou Diouf e sair pela grande porta”, acrescentou.

Saudando ao mesmo tempo a resolução da situação ivoiriense, Ndiaye considerou que, doravante, « é preciso trabalhar para a reconciliação e a unidade nacional ».

-0- PANA SIL/AAS/SOC/MAR/IZ 12abril2011

12 april 2011 10:47:51




xhtml CSS