Prémio de Género em África entregue ao Presidente ruandês

Dakar- Senegal (PANA) -- O troféu de African Gender Award (Prémio de Género em África) será entregue terça-feira próxima em Dakar ao chefe do Estado ruandês, Paul Kagamé, laureado da edição 2007, anunciou um comunicado publicado na capital senegalesa.
A cerimónia vai decorrer durante um jantar de gala na presença do Presidente senegalês, Abdoulaye Wade, e de várias personalidades, incluindo os chefes dos Estados sul-africano, Thabo Mbeki, laureado deste prémio em 2005, e liberiana, Ellen Johnson-Sirleaf.
De acordo com o comunicado, este prémio recompensa os esforços do Presidente Kagamé na promoção da integração das mulheres nas instituições do seu país bem como nas numerosas reformas políticas que empreendeu, fazendo do Ruanda "um exemplo não só para o continente africano mas também para o mundo".
Desde o genocídio de 1994, o Ruanda distinguiu-se, graças ao seu Presidente, pela "vontade de integrar as mulheres no processo de reconstrução, pelo combate à violência de que são vítimas as mulheres, pela protecção dos direitos das mulheres e das raparigas, lê-se na nota.
Às estas acções, de acordo com a fonte, juntam-se a promoção do acesso ao desenvolvimento económico, à propriedade e à educação para as mulheres, particularmente nas zonas rurais.
"O Ruanda é o único país do mundo que se pode orgulhar de ter 48 por cento das mulheres no seu Parlamento Nacional e de respeitar uma completa paridade de género na atribuição dos postos no ensino superior e no sistema judicial", acrescenta o comunicado.
Reunido a 27 de Janeiro último em Addis Abeba (Etiópia), à margem da oitava cimeira da União Africana (UA), o comité de selecção do African Gender Awards elegeu o Presidente Paul Kagamé como laureado do prémio em 2007.

07 Dezembro 2007 19:51:00


xhtml CSS