Prefeito raptado no centro do Mali continua dado como desaparecido

Bamako, Mali (PANA) – O prefeito da circunscrição de Tenenkou, na província de Mopti (centro do Mali), Makan Doumbia, e seu motorista continuam dados como desaparecidos há quase três semanas após o seu rapto, a 8 de maio corrente, por homens armados não identificados, soube-se de fontes locais.

Logo depois de regressarem duma missão na referida zona, o administrador civil e o seu motorista foram atacados por homens armados ainda não identificados que andavam de motos entre a aldeia de Kadial e a cidade de Tenenkou, e que os obrigaram a segui-los.

Segundo a mesma fonte, no rescaldo do seu sequestro, um dos raptores contactou por telefone um responsável local, que exigiu o anonimato, para lhe dizer que o prefeito em apreço não sabia do Corão.

“Vamos primeiro ensinar-lhe a fazer orações e veremos o que fazermos depois com ele", concluiu o misterioso por telefone.

Negociações estão em curso com os raptores que não pediram nenhum resgate para a libertação do prefeito e do seu motorista.

Segundo uma outra fonte, dois docentes do liceu de Tenenkou, que se deslocavam a Mopti a bordo duma camioneta com 20 artistas, foram desviados ao mesmo tempo em Tenenkou, antes de serem libertos 24 horas depois.

Uma grande parte do centro do Mali escapa ainda ao controlo estatal devido a ataques constantes perpetrados por jihadistas (islamitas) e por bandidos armados.

Por causa disto, recentemente, o Governo maliano nomeou vários prefeitos e subprefeitos para afirmar a presença do Estado nesta zona que continuou durante muito tempo sem administração estatal.

-0- PANA GT/TBM/FK/DD 28maio2018

28 Maio 2018 10:15:59


xhtml CSS