Perspectiva de emissão de passaporte diplomático africano

Banjul- Gâmbia (PANA) -- O passaporte diplomático africano vai ser uma realidade nos próximos dias, anunciou quarta-feira em Banjul, o presidente da Comissão da União Africana (UA), Alpha Oumar Konaré.
Konaré, que falava na abertura da 9ª reunião ordinária do Conselho Executivo da UA, disse ser "muito importante" insistir na emissão urgente deste documento, acrescentando que se trata duma grande decisão política a tomar "porque todas as disposições jà são tomadas e o procedimento desencadeado".
Para o ex-chefe do Estado maliano, este passaporte, que poderá ser entregue a um certo número de personalidades bem definidas e conhecidas, inscreve-se no quadro da aceleração da livre circulação dos bens e pessoas, sublinhou Konaré "Ao tomar esta decisão, vamos dar um forte sinal e corrigir a injustiça que faz com que os nossos presidentes, os nossos ministros dos Negócios Estrangeiros e outras personalidades necessitem de vistos de entrada para se deslocarem no interior do continente enquanto estrangeiros estão isentos disto", ressaltou Konaré antes de concluir que "não será justo se não estabelecermos este passaporte".
Além do passaporte diplomático, a execução do projecto da radiodifusão e televisão panafricanas é uma outra prioridade sublinhada pelo presidente da Comissão da UA, que chamou a atenção dos ministros sobre a emergência que se há de executar tal projecto e examinar os limites da sua realização, se deve ser financiado com as cotisações dos Estados membros.
Se for o caso, o projecto atrasará e niguém poderá impedir as iniciativas privadas de se multiplicar e, sobretuto, iniciativas estrangeiras de ocupar a paisagem mediática africana.
A instituição não pretende impedir os outros mas pretende, pelo contrário, encorajá-los, sublinhou Konaté precisando que a iniciativa da criação deste canal é um grande projecto pelo qual poder-se-á colaborar com privados na base de termos de referências bem definidos.
Aberta quarta-feira em Banjul, a 9ª reunião do Conselho Executivo da UA, que findará quinta-feira, vai analisar diversos relatórios relativos nomeadamente ao projecto da Carta Africana sobre a Democracia, Refugiados, Repatriados e Pessoas Deslocadas em África e ao relatório da 1ª conferência da UA dos ministros encarregues da energia.

28 Junho 2006 22:22:00




xhtml CSS