Peritos abordam introdução de género na educação

Ouagadougou- Burkina Faso (PANA) -- Cerca de 40 peritos em género da África Ocidental e Central iniciaram segunda-feira em Ouagadougou um seminário com vista a elaborar um guia que institui a questão género nas actividades educativas no continente.
Organizado pelo Centro Internacional para a Educação das Raparigas e Mulheres em África (CIEFFA), baseado em Ouagadougou, o encontro tem por objectivo a elaboração dum guia que servirá de defesa e instrumento de planificação, gestão e avaliação dos sistemas educativos quanto à integração da dimensão género nos programas de ensino dos países africanos.
A ministra burkinabe da Promoção dos Direitos Humanos, Monique Ilboudo, apelou, na abertura do encontro, à vigilância para que as questões de género não sejam utilizadas como "uma simples fórmula destinada a adquirir a confiança dos parceiros financeiros".
"Não é suficiente intitular os projectos género e desenvolvimento ou mencionar simplesmente que o aspecto género foi tido em conta para que isso tenha consequências profundas necessárias na instauração duma verdadeira igualdade de direitos e de oportunidades entre os géneros", declarou.
O seminário, que encerra quarta-feira na capital burkinabe, agrupa peritos vindos do Benin, do Gabão, da Gâmbia, do Gana, do Mali, da Mauritânia, do Níger, do Senegal e do Burkina Faso.

17 Abril 2007 10:59:00


xhtml CSS