Partidos políticos vendem viaturas em Moçambique

Maputo, Moçambique (PANA) – As autoridades alfandegárias de Moçambique apreenderam 111 viaturas importadas e vendidas ilegalmente a terceiros por partidos políticos, entre março e maio deste ano, provocando um prejuízo avaliado em cerca de 15 milhões de meticais (cerca de 500 mil dólares norte-americanos) ao erário público, soube-se de fonte oficial.

Segundo um comunicado da Autoridade Tributária de Moçambique (AT), citado pelo jornal “O País”, as viaturas foram importadas do Japão com benefício fiscal, mas foram posteriormente vendidas e/ou alienadas sem observância dos procedimentos aduaneiros.

A maior parte das viaturas foi apreendida em Maputo, a capital moçambicana, e na província de Nampula (norte), precisou a fonte.

No entanto, a AT não revelou os nomes dos partidos políticos envolvidos, mas garante que os processos referentes à apreensão ainda correm os seus trâmites no Tribunal Aduaneiro, aguardando-se pela decisão para deliberar sobre o destino das viaturas.

-0- AIM/PANA TON 06nov2014

06 Novembro 2014 14:43:58


xhtml CSS