Partido mauritano lamenta últimos desenvolvimentos da situação na Côte d'Ivoire

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – A Aliança para a Justiça e Democracia/Movimento para a Reconciliação (AJD/MR) lamentou vivamente, segunda-feira, os últimos desenvolvimentos da situação política na Côte d’Ivoire e condena o regime do Presidente cessante, Laurent Gbagbo.

Numa declaração divulgada em Nouakchott, a AJD/MR estima que as «derrapagens, os conforontos violentos e as deslocações maciças das populações em curso no país são o resultado «da atitude antidemocrática de Laurent Gbagbo».

O partido convida o Governo mauritano a tomar «todas as disposições necessárias» para repatriar os seus cidadãos da Côte d’Ivoire.

Segundo estatísticas não oficiais, a Mauritânia tem cerca de 150 mil cidadãos na Côte d’Ivoire que trabalham essencialmente no comércio a retalho.

-0- PANA SAS/AAS/IBA/CJB/IZ  28fev2011

28 Fevereiro 2011 19:28:59




xhtml CSS